A confusão administrativa – o gestor ignorante com iniciativa na sua empresa

A administração do empreendimento nas mãos de um ignorante com iniciativa é a mais perigosa arma que pode existir em qualquer empresa, suas ações inicialmente trarão o desapego às regras fundamentais, depois conduzirão os colaboradores ao mar das incertezas e logo após o caos estabelecido, o golpe fatal, o desaparecimento gradual dos clientes e a conseqüente marginalização do negócio.

Mas, a incompetência na gestão empresarial, antes da morte por definhamento, trás diversos novos e surpreendentes problemas, que se alastram pela organização, afetando desde as áreas estruturais da empresa, como a financeira, administrativa e a comercial, devido a indefinição dos produtos e serviços colocados à venda, que por efeito cascata atinge em cheio a área de logística, pois ela fica sem um planejamento de compras e de estoque, dificultando a reposição e manutenção dos principais itens e até mesmo o setor de marketing, que não encontra o respaldo necessário para consolidar as campanhas de publicidade e atrair os clientes.

Esta falha em reconhecer os limites e potenciais da empresa faz com que o negócio caminhe por vias torturantes, que eliminam as boas intenções e com elas as idéias inovadoras.

A resultante desta ignorância administrativa, a incompetência gerencial, consegue, em pouco tempo, destruir qualquer esperança da empresa obter um superávit de caixa e ancorado a esta dificuldade, quaisquer novos relacionamentos comerciais.

O conjunto destas ações ditatoriais, invariavelmente, somadas a planos equivocados de reestrutura capitaneados pelo gestor incapaz, além do pânico causado internamente, passa a visão de uma onda de terror aos clientes e fornecedores, dizimando com qualquer resquício de credibilidade da empresa no mercado.

Mas, felizmente, sempre existe a oportunidade de reverter à caminhada em direção ao abismo, para isto são necessárias ações sérias e comprometidas com o foco da empresa, que inicia pela escolha de pessoas criativas para os cargos de gestão, que tenham o preparo necessário para o desempenho do posto a ser assumido, e claro, a substituição imediata do gestor trapalhão.

Afinal, entender o funcionamento do negócio e suas relações com o mercado é o fator chave para o administrador conseguir manter e aumentar a competitividade da empresa em relação ao mercado.

Manter o negócio atraente e interessante para os colaboradores e clientes, exige, além da compreensão dos desejos dos consumidores, saber administrar as prerrogativas dos fornecedores e o comportamento dos concorrentes, em relação às atividades empresariais, que acontecem por detrás do balcão, não apenas as financeiras, mas também, as pessoais e comerciais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s