A paixão por inovação.

Abra a janela, olhe lá fora, tudo está exatamente igual à ontem?

Certamente que não!

Todos os dias o ambiente está de alguma forma diferente, sejam nos detalhes, quase imperceptíveis, ou na aparência do dia.

Você, hoje, também é outra pessoa em relação à ontem, um certo aprendizado inovador, obtido através de novas experiências, pode ter mudado seus conceitos.

Alguns produtos e serviços, ao seu redor, se tornaram da noite para o dia, em coisas obsoletas e antiquadas, resultado da paixão pela inovação, residente em cada um de nós.

Puxe seu Netbook para mais perto.

Vamos conversar sobre este assunto.

Os nossos clientes, invariavelmente, aguardam das empresas algo que os surpreenda, e atendam suas mais novas necessidades e desejos de consumo, para isto o reconhecimento das mutações mercadológicas é determinante para o sucesso comercial de um novo produto ou serviço.

Em alguns casos, a inovação pode ser alguma coisa simples, porém necessita causar perturbação, pois ela é relativa ao conhecimento e as oportunidades, pertinentes ao nível social das pessoas.

Por exemplo, um modelo de computador pode ser um inovador e atraente produto para um cliente, e para outro, que já tenha adquirido o equipamento, algo já conhecido e superado, sem qualquer atrativo, pois ele já sentiu o prazer desta conquista.

Outros casos podem ajudar a compreender a relatividade da inovação para nós, como a dificuldade de acesso a algum objetivo de consumo.

Alguns anos atrás, sempre que colocávamos um atraente acessório no carro, ele se tornava principalmente para nós, um novo veículo.

Era o máximo ter um fusca com uma direção esportiva, isto mudava o conceito do carro, somente isto conseguia deixá-lo outro veículo.

Hoje em dia, devido à rápida evolução da indústria automobilística no Brasil, e a constante troca de modelos, este suposto engodo comercial não funciona mais, mesmo porque, a maioria dos veículos já chega às concessionárias com tudo que é possível colocar neles de equipamentos, para justamente preparar o consumidor para a próxima troca do carro, no máximo em dois anos.

Hoje, em nosso país, pintar a casa, ou até mesmo realizar uma pequena reforma, torna a propriedade uma nova e moderna residência.

Isto não acontece, por exemplo, nos EUA, onde as pessoas preferem e podem mudar mais vezes de casa.

A inovação está muito além da necessidade, ou da vaidade, é uma verdadeira paixão, e assim, sem compromissos futuros, mas provocadora de intensa e perturbadora vontade de ter a novidade o mais rápido possível.

As empresas deveriam pensar nisto, a inovação, sem emoção, é apenas algo bonitinho, mas quando carregada de emoção, se transforma no mais terrível desejo de conquista.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s