A arte de aproveitar a mobilidade digital.

Atualmente, aproximadamente 12 milhões de usuários de equipamentos móveis no Brasil, como: notebook, netbook, visualizadores digitais e celulares, têm acesso a Internet através da tecnologia 3G, a banda larga móvel, isto indica o constante crescimento da mobilidade, e por conseqüência, de mais pessoas interessadas em estarem conectadas com o mundo, de qualquer lugar.

Como permitir sempre o fácil e rápido acesso desta crescente população de clientes internos e externos às informações do mercado?

Puxe seu Netbook para mais perto.

Vamos conversar sobre o assunto.

É bom lembrar que quem detém a informação atualizada e sabe usá-la ao seu favor, tem o poder do conhecimento, em suas mãos, e subjugar todos ao seu redor, subordinados hierarquicamente, ou não.

Para democratizar o acesso a esta estratégia empresarial, é preciso compreender as necessidades dos seus clientes, e se possível, também os desejos, para oferecer os produtos e serviços ajustados à realidade de cada um e de seu ambiente de relacionamento.

Assim como faz a indústria de celulares, que disponibiliza um enorme leque de variedades de produtos e serviços integrados, com a intenção de agradar a cada nicho de mercado, e obviamente comercializar mais produtos, a cada inovação, também as empresas de tecnologia deveriam aprender a oferecer produtos e serviços, que contemplassem as diferentes pretensões e interesses dos seus clientes.

Afinal, ter a possibilidade de acessar nas nuvens da computação as inúmeras informações pessoais ou profissionais, sem estar preocupado com o local é uma comodidade que a cada dia se torna mais acessível ao público de maneira geral, apesar de alguns inconvenientes técnicos e de segurança persistirem a existir e a perturbar os usuários.

Precisamos, evoluir e continuar a treinar ainda mais a arte de aproveitar a mobilidade digital que chega até nós, mesmo que na pressa de ficarmos atualizados com as informações do dia a dia, nos passem despercebidos alguns detalhes, que naquele momento não eram importantes, mas que podem ser úteis na próxima semana.

Hoje, nos encontramos na fase de catequização da utilização da informação volátil, para nos converter da nossa primitiva situação de leitor das estáticas informações analógicas impressas no papel, para um universo digital extremamente nervoso, que se expande a uma velocidade muito maior que nossa capacidade de absorção.

Toda esta inovação imposta pela Internet, ainda nos parece estranho às nossas convicções doutrinárias, presas às raízes com a celulose, mas, felizmente vão gradativamente cedendo espaço ao imponderável mundo novo do conhecimento nas nuvens.

Resta, agora, para todos nós aceitarmos a ambigüidade da convergência da nova religião do conhecimento, em direção da ciência da informação.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s