Os primeiros dias da sua empresa.

O primeiro dia nunca será esquecido.

Abrir uma empresa nunca será simples, não importa sua atividade, porte, ou localização, para qualquer empreendedor é o início de uma viagem por alguns caminhos conhecidos e muitos outros totalmente desconhecidos, e algumas vezes inexplorados.

Puxe seu Netbook para mais perto.

Vamos conversar sobre o assunto.

Após um sonho original, muitas idas e vindas, algumas noites sob forte angústia, um plano de negócios rabiscado centenas de vezes, análises, longas conversas com a família, trocas de opiniões, consultas na Internet, em livros, no SEBRAE e evidentemente fortes doses de coragem, é dado o primeiro passo, para uma longa jornada, é feita a abertura da empresa.

Sem aquela festa sonhada, são nove horas da manhã, as portas foram abertas, os clientes começam a entrar, parecem curiosos com a novidade na rua, ainda ressabiados, vão comprando, outros apenas olham, e você ali, agitado, querendo que tudo aconteça sem imprevistos, apenas que todos fiquem satisfeitos e se possível apreciem a novidade de um novo ponto de venda naquele pedaço de calçada.

Mas é evidente que a Lei de Murphy estará sempre disposta a se fazer presente. Uma pane rápida no computador, o suficiente para querer voltar ao passado e realizar todos os apontamentos no papel, com um simples lápis.

De repente uma lâmpada queima; o banheiro entope; uma senhora passa mal; uma criança chora e alguns clientes elogiam a beleza da loja. Uma coisa boa!

Tudo, assim, parece acontecer em um só instante.

O tempo vai passando, a adrenalina cresce e diminui, chega a hora de fechar as portas.

Tudo está uma bagunça, no caixa, no balcão, nas prateleiras, até parece que passou um tornado, e que bom, as vendas aconteceram.

O resultado do dia?

Cansaço e a sensação que poderia ter sido melhor. Algumas coisas poderiam ser evitadas. Lucro? Ainda não se sabe se ele aconteceu.

Umas idéias vão surgindo, alguém poderia ir arrumando as araras e prateleiras, após cada avalanche de mãos olhando os produtos.

Uma servente para a limpeza, para a água e o cafezinho, seria muito útil.

Um segurança, um manobrista, mais um atendente, isto seria um bom diferencial, além de proporcionar mais tranqüilidade para todos. Pensando bem, o custo fixo aumentaria, e o resultado poderia ser afetado. É bom esperar passar os primeiros dias.

Por outro lado, ter formado os preços de venda, utilizando margens de lucro diferentes para cada grupo de produtos proporcionou mobilidade na comercialização e na forma de oferecer descontos comedidos, sem empolgação de iniciante, com quase desespero de vender mais e mais.

Ter um sistema informatizado, integrado ao emissor de cupom fiscal, com todos os produtos lançados e codificados, também ajudou bastante.

O cadastro de clientes precisa ser adequado ao público, ele poderia facilitar a interação entre as duas partes, empresa e consumidor.

Amanhã o controle de estoque será verificado, talvez algumas reposições precisem ser analisadas e depois realizadas, mas dentro dos limites do fluxo de caixa. Aliás, que bom que ele existe, assim é possível visualizar a disponibilidade de caixa ao longo dos meses.

Faltar capital de giro é tudo que não deve acontecer.

Bem, tudo certo, amanhã será outro dia, muitas coisas para acontecerem e nos testar e demonstrar que o conhecimento empresarial é constante e pressiona a buscar soluções e inovações, para atender ainda melhor os clientes e as necessidades da gestão empresarial.

23 responses to “Os primeiros dias da sua empresa.

  1. EDSON CORREA LEONARDO

    Tomara que o primeiro dia seja conforme o descrito acima. Espero conhecer melhor onde vou abrir meu negocio por isto esto assistendo as palestras do SEBRA /RJ NOVA FRIBURGO.

  2. Bem, abrir um negócio seja ele qual for realmnte não é tarefa fácil, ainda mais com o grande crescimento do mercado e com consumidores cada vez mais exigentes, realmente tudo se copia e estar atento a essas constantes mudanças no mercado que acontecem na quase que com a velocidade da luz não é tarefa facil. Hoje o empresário nao deve somente se preocupar com o andamento de sua empresa e sim estar atento a todas as mudanças que o mercado sofre, o amobient externo influencia e muito nossas organizações e temos de estar atentos a todos esses estímulos sendo eles positivos ou negativos com a finalidade de crescer e estar a frente sempre.

  3. Nossa parece loucura, mas na verdade é começo de uma grande jornada e virada em sua vida se quiser um dia ter seu proprio negocio; alias esta matéria realmente foi bem útil, pois eu e mais duas pessoas estamos entrando num projeto assim e tudo que queremos é ter a sensação de dever cumprido, juntamente acompanhado de sucesso.

    abcs
    Eliete

  4. Thiago Pinho Lopes

    Muito bom arquivo para iniciantes como eu. Ainda nem comecei meu negócio na prática, mas artigos como esses mostram o que realmente acontece e como as coisas devem proceder para eficácia de qualquer organização. Parabéns pelo artigo …

  5. Muito profunda a conversa, nos leva a outra dimensão. Para enxergar de fora do nosso próprio negócio. Estou passando por isto e gostei muito da matéria. Obrigada!

  6. excelente conteudo , eu ficaria o dia todo para discrever o que eu li o intendimento e tudo

  7. Pena não haver o crédito para o autor do ótimo texto. Também acredito que o empreendedorismo pode, perfeitamente, ser encarado de maneira séria mas, bem humorada, sem a sisudez acadêmica e com enfoque positivo e motivador.
    Parabéns.

    • Cezar,

      Muito obrigado.
      A idéia é justamente esta, levar o conhecimento profissional integrado ao acadêmico, de forma simples, direta e prática aos empreendedores, que precisam entender disto, de empreendedorismo na atividade empresarial escolhida.

      Atenciosamente,
      Jorge Pereira

  8. Os comentarios são excelentes para verificarmos onde estamos errando e com isso podermos evitar os desequilibrios nos negocios, mas porque são sempre sobre comercio e não sobre prestação de serviços?

  9. Jorge Lopes Barbosa

    Conhecendo o sistema, digo… primeiro se exister sociedade, procure conhecer o socio, caso não tenha, procure determinar o fluxo de caixa, sabe -que dinheiro não existe por um bom tempo, e não desesperar, ter controle e direção.

  10. Gostei muito do que acabei de ler.
    Predendo abrir uma empresa.
    Estou sempre lendo boletim Sebrae.
    Sempre acho algo bem interressante.
    Obrigada.

  11. Parabéns pelo belo texto, tal como a interação do mesmo.

  12. Poderia falar sobre uma empresa de serviços como um escritório onde o movimento é completamente diferente de uma loja?
    tks

  13. gostaria de ajuda para formar um bar em nilópolis jah temos a localização apenas estamos qerendo ter um capital de giro adequado para fazermos o bar gostaria da ajuda do sebrae nesse assunto de como conseguir o capital de giro para o negocio. grato

  14. ODILON HENRIQUE FERREIRA

    ADENTRANDO ESTOU COMO PROFISSIONAL LIBERAL, CALCULISTA DE SENTENÇAS JUDICIAIS TRT ETC…., ESTOU COM UM POUCO DE MEDO, EIS QUE, JÁ DE CARA INÚMERAS CONTAS TENHO QUE PAGAR SEM ENTRAR VERBAS PARA TAIS IMEDIATAS DESPESAS: UMA NOVA ANUIDADE – CERTIFCADO DIGITAL, INSS, PAPEIS, FORMULÁRIOS, IMPRESSORAS, INTERNET…ETC…ETC…, MAS… ACIMA DE TUDO ESTOU PERSERANTE ACREITO EM MIM.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s