Missão: Decidir.

Chegou o momento, é preciso tomar uma decisão importante.

Assim como a flecha lançada e a palavra pronunciada, talvez não exista uma segunda oportunidade.

– Um novo cliente deseja comprar toda a nossa produção mensal, e se possível ainda mais 30%.

Porém o preço de compra são eles que vão determinar.

Puxe o seu Notebook para mais perto.

Vamos conversar sobre o assunto.

Enquanto isto, os empregados correm atrás das informações na empresa, mas com quem e onde estarão elas?

Deveriam ficar a sua disposição, quando fosse necessário, mas os últimos meses foram difíceis, era mais importante vender do que reter dados, portanto, nenhuma informação confiável está disponível.

E agora, o que pode ser feito?

– Minha gente, muita calma nesta hora!

É preciso garimpar todos os dados espalhados pela empresa, o mais depressa possível, mas com qualidade.

Somente para lembrar, o cliente continua esperando uma resposta, e nós aqui conversando.

Foi descoberta a produção dos últimos três meses, não está exata, mas já é alguma coisa, melhor que nada.

Dois empregados discutem fervorosamente sobre a elaboração dos custos, para uma produção com um crescimento de 30%, que atualmente é impossível de ser realizada, com as máquinas e pessoal disponível, somente com a aquisição de novas máquinas e equipamentos, além da contratação de empregados para a produção e também para a área de logística, poderemos atender ao pedido do cliente.

De repente surgem inúmeras variáveis e com elas uma quantidade equivalente de dúvidas.

Mas se não conseguirmos definir os custos, como chegaremos aos preços de venda?

Quanto será o investimento na produção, para atender ao pedido inicial do cliente? Esta é mais uma pergunta que leva tempo para responder, e o que não temos agora é tempo sobrando.

E maior angústia, o cliente irá manter este ritmo de demanda mensal? Caso não aconteça, a produção excedente poderá ser comercializada com outros clientes?

Provavelmente ninguém imaginava, até este momento, a importância de manter as informações atualizadas e disponíveis, nos mais diversos níveis.

A decisão poderá ser tomada apenas com a intuição, ou seja, serão enfrentados todos os riscos, e não importa se a decisão for certa ou errada, a empresa entrará em um oceano desconhecido e como outras empresas pode se perder.

– Acabou o tempo, qual a sua decisão?

– Não vai dar, vamos perder esta oportunidade ou ameaça, a nossa falha em gerir a empresa, nos obriga a declinar da proposta.

O que fica evidente é a importância de ter as informações da empresa sempre disponíveis e principalmente que possam facilmente ser acessadas e analisadas, por empregados e gestores do negócio.

Afinal, entrar na zona de riscos faz parte do jogo para qualquer empreendimento, mas com desde que se tenha o conhecimento e domínio sobre eles.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s