Empresas de tecnologia da informação e a gestão para o negócio.

As empresas de TIC têm como missão oferecer a informação atualizada aos seus clientes, através de equipamentos ou sistemas que estejam igualmente compatíveis com que há de mais moderno no mercado. Mas para que isto aconteça de forma lucrativa é preciso que os empreendimentos de tecnologia da informação ofereçam a possibilidade de analisar financeiramente e mercadologicamente os seus negócios.

Puxe o seu Notebook para mais perto.

Vamos conversar um pouco, talvez usando um comunicador qualquer.

Gestão de negócio começa justamente na primeira palavra desta frase: Gestão, que é a administração da empresa em todos os seus aspectos relativos à pessoal, financeiro, comercial, logística, produção, e outras áreas, de forma integrada e comprometida com resultados.

Seguindo neste contexto empresarial, o gestor também é o responsável por comercializar os produtos e serviços com lucro, agregando os custos fixos e variáveis aos preços, ação esta determinante para a competitividade do negócio, pois somente com a obtenção de resultados atraentes é possível atender as necessidades e ainda os desejos dos clientes.

Os fornecedores de TIC sofrem com mais um agravante, que empurra os custos para o alto, o frenético compromisso de inovar, se possível um momento antes dos concorrentes, o que torna a gestão ainda mais dinâmica e criteriosa, com seus produtos e serviços.

Os ajustes estratégicos, para formar preços mais competitivos, e com isto atrair novos clientes, acabam por acender os holofotes sobre os custos na organização, a cada nova tecnologia lançada no mercado.

Assim, a arte de oferecer produtos e serviços de custos e preços elevados ou diferenciados para o mercado, devido à inovação e a necessária atualização constante da mão-de-obra técnica, se torna mais elaborada e customizada.

Mas esta é somente uma parte da gestão dos negócios de TIC, ainda são necessários os controles sobre o fluxo de caixa e a busca do nivelamento do capital de giro à realidade dos limites financeiros da empresa, dificultado pela inovação tecnológica, que trás atrelada a ela maiores desembolsos e prolongamento de prazos aos clientes.

Porém, quando você analisa o mercado empresarial brasileiro, que começa a perceber, somente agora, a importância para suas organizações em manter atualizada suas tecnologias da informação e da comunicação, e entende que a enorme distância que foi criada entre os desenvolvedores e os consumidores de tecnologia prejudicou muito o mercado de TIC e as empresas clientes.

A sorte de todos é que a própria lei de mercado, de oferta e procura, está se encarregando de modificar este quadro a favor da inovação, com o forte apoio dos gestores de negócios, preocupados em deixar suas empresas enxutas e mais competitivas ainda.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s