Qual a importância do gestor de TIC para a empresa.

Arraste seu Netbook para mais perto.

Vamos trocar um pouco de conhecimento.

Aliás, esta mobilidade do seu Netbook já é um novo retrato das novas tendências das tecnologias nas empresas. O computador saiu de cima das mesas para as mãos, colos, cadeiras, assento dos carros, ônibus, aviões, etc., qualquer lugar pode coexistir um computador e uma pessoa plugada na web, basta para isto existir uma rede sem fio, de preferência de banda larga.

Os equipamentos de TI e seus usuários estão espalhados por todos os lugares, ligados em redes sociais, aplicativos empresariais, bancos, relatórios, clientes, tudo ao mesmo tempo, impossibilitando, ou dificultando o controle de grande parte da movimentação de conteúdo, interna ou externa, por parte do gestor de TIC.

Fazer tudo isto estar disponível no ar por 24 horas, passa a ser agora o atributo básico, quase que automático, do pessoal responsável pela TIC, que somente será lembrado caso algo não funcione adequadamente por algum instante.

Mesmo para empresas que tenham um emaranhado de aplicativos que se comunicam precariamente, a função do gestor de TIC, fica restrito a administrar os conflitos de linguagem e de sua utilização, e sonhar com o dia da integração total de dados, que parece a cada dia mais distante da realidade.

Hoje, os gestores de TIC, ou CIOs (Chief Information Officer), devem administrar a assimilação, a geração e a utilização da informação, que se torna rapidamente em conhecimento empresarial e do mercado, e pode estar em todos os lugares ao mesmo tempo, sob a responsabilidade das mais diversas pessoas, de diferentes níveis hierárquicos.

O que torna a façanha dos líderes de TIC mais interessante ainda, é a responsabilidade por eles assumida de administrar o Tsunami diário de informações, igualmente importantes para todos, que precisam estar disponíveis no momento que são necessárias.

Qual você acredita ser a responsabilidade do gestor de TIC sobre um Blog, criado e alimentado por um empregado da área financeira, diariamente, comentando os riscos financeiros do mercado de capitais?

Ou, ainda, um Blog com o título: Eu detesto a empresa X, que por acaso é a sua empresa?

E existe também o Blog destinado a receitas de bolinhos de chuva de uma funcionária da produção.

Nenhuma ou não, ele, o gestor de TIC, é o senhor onipresente da informação.

Parece que o conceito de CIO ou Diretor de TIC e de suas atribuições, abandonou o cais do porto seguro da empresa e se embrenhou mar adentro da Web, nas mais diversas direções.

Hoje, administrar os sistemas gerenciais, a rede física, os computadores, impressoras, servidores, segurança, antivírus, fazem parte da função simples e básica, que deve ocupar 1% ou 2% do tempo do CIO, o restante da dedicação precisa estar direcionada para todos os lugares que de alguma forma se relacionam com o negócio da empresa, seja ela qual for.

Achou isto um absurdo?

Este é o resultado das ações que se aproximam a todo o instante do futuro, pode parecer estranho hoje, mas será assim o amanhã, diferente de tudo que ontem nós achávamos que conhecíamos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s