Planejamento para Empresas Inteligentes

As expectativas do mercado sofrem alterações a todo o momento, por diversas razões, como por influência do tempo, da moda, do comportamento, da situação social e econômica do país e também da população, dos boatos, ou mesmo da necessidade de mudança, que obrigam ao ajuste do negócio às novos desejos.

Para as empresas perceberem estas alterações é necessário que exista uma inteligência corporativa, que através de uma rede de informações, consiga transformar dados coletados nas diversas frentes do negócio em conhecimento voltado à gestão voltada a resultados.

Para Leonardo da Vinci, entregar uma obra de arte para um cliente, normalmente precisa se dedicar por meses e até anos, na busca de elementos artísticos, elaboração, desenvolvimento e acabamento, de uma pintura, por exemplo. Se este gênio das artes vivesse nos dias de hoje provavelmente o tempo entre o pedido e a entrega da empreitada fosse reduzida para semanas.

Mas muitas vezes os personagens dos afrescos, criados por da Vinci, necessitavam de alma, de um ambiente, na composição da obra, não apenas um rosto desenhado a partir de uma imaginação prodigiosa.

Assim, acontecem em muitas empresas, as informações até que elas existem, mas dependem do contexto em que foram colhidas, do cenário mercadológico daquele momento. Quando são realizadas ações embasadas em dados não analisados no seu ambiente natural, podem levar a organização para um caminho de riscos e apreensões.

Por outro lado, uma empresa inteligente, a moldagem do planejamento estratégico é arquitetada através de informações ambientadas no seu tempo de mercado, encaixado no orçamento disponível, vislumbrando o cenário adequado ao produto e serviço a ser oferecido aos clientes.

Para conseguir chegar a este modelo empresarial, as tecnologias da informação e da comunicação devem estar ajustadas às características do negócio, para além de captar dados, tabular, reter e distribuir informações, também tem a missão de proporcionar ferramentas para que a gestão possa tomar as decisões mais lucrativas para empresa.

Afinal este é o grande objetivo dos softwares, sistemas e aplicativos empresariais, disponibilizar as condições e elementos para que o negócio atinja seus objetivos comerciais e financeiros, com o menor custo possível.

Autor

Jorge Luiz da Rocha Pereira

jorgementor@uol.com.br

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s