Os guindastes para deslocar a empresa do marasmo a uma posição estratégica de mercado

Os guindastes para deslocar a empresa do marasmo a uma posição estratégica de mercado Puxe o seu notebook para mais perto. Vamos conversar um pouco. Quando um novo ano começa uma as primeiras ações é a de traçar objetivos para melhorar a nossa vida, dos familiares, dos empregados e da própria empresa.

Assim, nos primeiros dias de 2010 plantamos diversos alvos ao nosso redor, que representam os desejos de solucionar problemas do passado, transformar os sonhos em realidade, obter ganhos financeiros, obter novas conquistas, e principalmente ter saúde para a realização de todas estas ações.

Mas para uma empresa deslocar seus produtos e serviços da posição atual para uma posição estratégica no mercado, é fundamental a definição de diversos parâmetros. como o foco do negócio, o cenário e suas interferências, positivas ou negativas, com isto provocando diversas alterações no ambiente empresarial, que necessitam de adequações e ajustes, além de investimento e do acréscimo substancial de informações e geração do conhecimento.

A concretização de um projeto estratégico está embasada nas estratégias e táticas para o alcance dos objetivos e de resultados positivos, neste instante a empresa precisa contar com toda a sua força, mas sem prejudicar o andamento cotidiano do negócio, neste momento a utilização dos guindastes estratégicos passa a ser crucial para que os alvos sejam atingidos de forma satisfatória.

Os guindastes são estruturados e dimensionados para movimentar uma determinada carga de um local para o outro, vencendo distâncias e alturas e ainda ultrapassando obstáculos que estejam entre os dois pontos, o atual e o futuro. Para conseguir realizar este deslocamento são necessários adequações nos seus principais componentes, que são: o eixo-base, o braço, os cabos de sustentação e a força de reação necessária para a devida transferência de local do produto ou serviço.

Claro que variáveis importantes como: o eixo-base e o seu contrapeso, que oferece sustentação ao guindaste, a distância que se encontra o objeto e ainda o volume e o peso desta carga são fundamentais para o sucesso da ação, além das dimensões da interferência ou do obstáculo. Os guindastes estratégicos que irão conduzir a empresa, seus produtos e serviços, da situação atual para uma posição estratégica de mercado, com o intuito de conseguir resultados mercadológicos e financeiros mais atraentes, seguem esta mesma estrutura, porém, é claro, de forma analógica.

 Os guindastes estratégicos são os seguintes:

1. Infra-estrutura 2. Controles empresariais 3. Funcional 4. Tecnologias da informação 5. Logística 6. Pesquisa e desenvolvimento 7. Diferencial competitivo 8. Ações de marketing

A carga que estes 8 guindastes terão que levantar e depositar na empresa são os clientes (atuais, recuperados e novos), conforme o peso, ou seja a quantidade de consumidores, além do quantidade de vendas (produtos e serviços), que representa a distância a ser percorrida pelos guindastes, definem o tamanho estrutural necessário para que cada guindastes cumpra o seu objetivo com sucesso, que é o de conduzir o negócio ao ponto previamente e estrategicamente definido.

Nesta representação, por exemplo, o guindaste de pesquisa e desenvolvimento, deve ter um braço, ou custos envolvidos, relativos à necessidade de oferecer produtos e serviços atraentes ao mercado, além de garantir um determinado ticket médio, que representa a força de reação, para que o braço erga a carga de clientes, além da gestão empresarial, que é o contrapeso do equipamento. Por outro lado o guindaste funcional poderá ser mais modesto, em relação ao de P&D, pois a quantidade de funcionários e os custos gerados serão inferiores a ele.

Porém, os guindastes de logística e das ações de marketing precisam ser poderosos, pois os custos e investimentos envolvidos serão relativamente grandes para atender o faturamento planejado.

Os guindastes de tecnologias da informação e o de controles empresariais, por serem fundamentais para a manutenção da estratégia, receberão quantias generosas de investimento, atingindo a robustez adequada para cooperar na condução da carga de clientes e do conseqüente aumento de faturamento.

Cabe a cada estrategista definir a capacidade de força dos guindastes e compor o cenário mais adequado, dentro do foco definido do negócio, reconhecendo as interferências mercadológicas e o caminho a percorrer.

 Jorge Luiz da Rocha Pereira

3 responses to “Os guindastes para deslocar a empresa do marasmo a uma posição estratégica de mercado

  1. Bom dia
    Jorge

    será que você pode me explicar melhor sobre os guindastes estratégicos? preciso fazer um trabalho sobre isso.
    obrigada
    aurea

  2. Excelente artigo, Jorge. Não querendo abusar, poderia disponibilizar uma planilha de Excel revelando os guindastes e seus cenários otimistas, realistas e pessimistas? Poderia disponibilizar em sua página pessoal ou postar um vídeo no Youtube. Digo isso devido a importância deles no controle dos diversos pontos estratégicos em uma organização e o despreparo dos novos profissionais que estão chegando agora no mercado.
    Parabéns mais uma vez.
    Edwillian Maia, Msc

  3. Paulo Cesar Coelho

    Foi muito útil para fazer o meu trabalho de faculdade que o professor pediu.
    Foi minha salvação – o único local que trás este assunto na web. Assunto interessantissimo. Valeu Grande abraço.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s